Estudo piloto demonstra eficácia do estimulador Fisher Wallace® no tratamento da depressão bipolar

Dispositivo "Wearable" autorizado pelo FDA para o tratamento de depressão bipolar

Um estudo piloto conduzido no Mount Sinai Beth Israel e publicado no Journal of Nervous and Mental Disease mostra que pacientes com Depressão Bipolar tipo II (BD II) que receberam sessões diárias de estimulação com o Fisher Wallace® tiveram redução significativa em sintomas de depressão quando comparados aos pacientes que receberam placebo. Não houve efeitos colaterais nos participantes do experimento.

O estudo duplo-cego e placebo controlado investigou a eficácia do estimulador Fisher Wallace® aplicado por 20 minutos e na intensiddade de 2mA, 5 dias por semana, por 2 semanas. O grupo placebo teve o equipamento ligado e desligado de maneira a simular uma sessão real. Aos que não responderam em ambos grupos, foi acrescentada uma fase aberta de mais 2 semanas de tratamento ativo. O tratamento ativo, mas não o placebo,foi associado a um redução significativa no escore na escala de depressão de Beck em relação aos escores iniciais. Essa queda se manteve até a avaliação feita na quarta semana após o início do tratamento.

Chip Fisher, presidente da Fisher Wallace, falou: "Estamos muito gratos à equipe do Mount Sinai, liderada pelo Dr. Igor Galynker, que realizou essa pesquisa e análise estatística de maneira íntegra e irreprovável. A possibilidade de uso de nosso equipamento como um alternativa de baixo risco para o tratamento da depressão bipolar tem potencial para melhorar a vida de milhares de pacientes."

Projetado para o uso domiciliar em sessões diárias de 20 minutos, o equipamento opera por estimular suavemente a produção de serotonina e outros neurotransmissores que levam a melhora do humor e do sono, com evidências de que isso pode melhorar a regulação do sistema límbico. O estimulador Fisher Wallace® se demonstrou seguro e não causa efeitos adversos significativos.

Kelly Roman, CMO da Fisher Wallace, disse: "O dia de hoje é um marco para a tecnologia dos "wearables". Pacientes que sofrem de depressão bipolar podem começar a usar o equipamento e psiquiatras podem se sentir confiantes do ponto de vista da relação risco-benefício"

Os laboratórios Fisher Wallace fabricam os estimuladores Fisher Wallace®, que aplicam um padrão patenteado de ondas e são comercializados com registro pelo FDA desde 1991 para o tratamento de depressão, ansiedade e insônia. O estimulador Fisher Wallace® também é aprovado no Canadá, onde pode ser usado sem necessidade de prescrição, como auxiliar no tratamento de insônia e dor crônica, e também na comunidade européia para depressão ansiedade e insônia. No Brasil, o equipamento pode ser adquirido em fisherwallace.com.br.

O centro Richard e Cynthia Zirinsky para tratamento de distúrbio bipolar no Mount Sinai Beth Israel é uma das principais instituições de pesquisa americanas com foca no tratamento do distúrbio bipolar. O diretor Igor Galynker, MD, PhD, é também Professor de Psiquiatria e Chefe associado de pesquisa na Icahn School of Medicine.